O stress, a azáfama, a correria do dia-a-dia provocam uma série de distúrbios e mau estar que não são compatíveis com a capacidade de pensar e agir a 100%. Consequentemente, a tomada de consciência de determinadas dificuldades resultam em factores físicos e psicológicos debilitados.

A prática de exercício físico é uma estratégia eficaz para combater esta tendência.

Não temos obrigatoriamente de ir ao ginásio, podemos calçar os ténis e fazer uma boa caminhada diária. Se puder ser em boa companhia, excelente!

Para além de todos os benefícios em termos de saúde física esta prática tem contributos na melhoria da capacidade cognitiva e diminuição dos níveis de ansiedade e stress.

Duvido que durante um bom esforço físico consiga pensar naquele problema que durante o dia o incomodou e não ficou no local de trabalho… fez questão de o acompanhar até casa.

Durante a prática de exercício físico o corpo produz naturalmente um aumento de serotonina e endorfina que são neurotransmissores que promovem a sensação de bem-estar.

Assim, no fim sentir-se-á mais animado, com maior capacidade de pensar, “caminhar” no sentido da procura de soluções para os problemas e tirar partido das coisas boas da vida!

 
Liberte-se,
Permita que o seu corpo e mente sejam saudáveis.
A vida não é perfeita,
E as preocupações são inevitáveis.
 
Encontrar o equilíbrio
É uma tarefa individual.
Faça-o através da mente
Que constitui um excelente referencial.

Partilhar isto:

4 thoughts on “NATURAL MENTE SÃ

  1. First of all I would like to say awesome blog! I had a quick question that I’d like to ask if you don’t mind. I was curious to find out how you center yourself and clear your thoughts before writing. I’ve had a hard time clearing my thoughts in getting my ideas out there. I truly do take pleasure in writing but it just seems like the first 10 to 15 minutes tend to be lost simply just trying to figure out how to begin. Any suggestions or tips? Many thanks!

    1. Obrigada pelo comentário. A inspiração não está presente todos os dias, por vezes, não conseguimos escrever nos primeiros 10, 15 minutos, nem numa hora ou duas. O mais importante é sentirmos o que vamos escrever… um tema que nos diz algo, porque se passou connosco, com um familiar, um amigo ou simplesmente porque é um assunto que nos inquieta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *