O Outono chega e com ele vem um misto de sentimentos, sensações e emoções.

Ver os dias a escurecer mais cedo, observar a chuva e o vento através da janela, as nuvens que passeiam lentamente no céu e as folhas que deslizam e caem no chão formando um belo tapete colorido transmitem-nos, por um lado, conforto e satisfação, mas por outro, envolvem-nos numa melancolia e lentidão mais acentuadas.

Estas são as características do Outono, mas é certo que todas as estações do ano nos provocam alterações comportamentais e emocionais designadas por SAD (sazonal affetive disorder = perturbação afectiva sazonal).

Quando estas sensações e alterações surgem temos de saber tirar proveito do momento.

Pensem na espectacularidade com que a natureza nos brinda ao longo de todo o ano, resultante das mudanças do clima. Deslumbrem-se com cada momento.

Nesta altura particular do ano maravilhamo-nos com a paisagem, os vários tons… o verde dá lugar aos amarelos, castanhos e avermelhados. Temos também a generosidade da natureza quando nos proporciona colheitas abundantes, frutos diversos e deliciosos.

Chegou o Outono?

Vamos fazer como as árvores. Elas livram-se das folhas secas e nós podemos libertar-nos de sentimentos tóxicos. Aproveitem os momentos mais calmos e caseiros, mais frios mas aconchegantes, e envolvam-se numa introspecção curativa e libertadora.

Neste período em que o dia é igual à noite, em que não está muito frio nem muito calor, estabeleça um processo ordenado e sublime de organização mental e emocional.

Interiorize-se e permita-se ser feliz, livre e sereno!
 

Partilhar isto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *