Um Novo Ano está a chegar
Sintam tudo o que ele tem para vos dar.
Experimentem sonhar e viver a aventura
Sem querer saber do tempo que isso dura.
Sorrir, abraçar e ousar
Sem medo de querer, desejar e amar.
 
Façam do Novo Ano uma nova vida,
Dêem ao vosso coração uma nova batida,
São 12 meses para garantir,
Que vivemos paz, amor e esperança da forma desmedida.
 
 
JANEIRO geoso traz um ano formoso
É tempo de reflexão e definição de objetivos
A esperança de um bom e novo ano
Torna-nos mais crentes e assertivos.
 
FEVEREIRO quente, traz o diabo no ventre
É o mês da festa pagã que dura três dias
Samba, desfiles e disfarces
Transformam tristezas em alegrias.
 
MARÇO, marçagão, manhã de Inverno, tarde de Verão
Todos, sem exceção, vivem à espera
Dos festejos do dia do pai e da mulher
E que cintile a bela primavera.
  
ABRIL águas mil
E o coelho não se livra disto
Começa com o dia das mentiras
E celebra-se a ressurreição de Cristo.
 
MAIO que não der trovoada, não dá coisa estimada
É o mês da mãe e do trabalhador
Crescem as colheitas por esses campos fora
A paisagem ganha uma nova cor.
 
JUNHO floreiro, paraíso verdadeiro
Das crianças e do solstício de verão
O arraial dos Santos Populares
Mantem a tradição com grande animação.
 
JULHO abafadiço, fica a abelha no cortiço
Pois o calor começa a apertar
O cheiro dos frutos já se faz sentir
E colhe, quem bem soube semear.
 
AGOSTO, dá o sol no rosto
Tempo de férias, descanso e maior liberdade
Os emigrantes visitam as suas terras
Para assim matarem a enorme saudade.
 
SETEMBRO, seca as fontes ou leva as pontes
O outono já empurra o verão
Recomeça a escola, fazem-se as vindimas
Pisam-se as uvas ao som de uma linda canção.
 
 Em OUTUBRO o lume já é amigo
Cai a chuva e o vento lança as folhas no ar
Os dias já são mais pequenos
E as castanhas estão quase a chegar.
 
NOVEMBRO à porta, geada na horta
E já se podem provar as castanhas assadas
O dia de todos os santos e finados
São datas que devem ser sempre recordadas.
 
DEZEMBRO é um mês especial
O fim do ano está outra vez a chegar
O melhor presente será sempre o amor
Pois no Natal nasceu Jesus para nos salvar.

Texto de Marta Duarte

Partilhar isto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *