Uma parte de mim desagrega-se
Ganha asas e voa
E eu fico extasiada a observar.
Tal como o nascer do sol
Caminha luminoso, radiante e inebriante
Como uma nova vida que nasce
Uma nova página que se escreve
Um coração que sempre amanhece.
Imediatamente após o sol se pôr
Transforma-se naquela estrela
A primeira que brilha e tranquiliza
E anuncia o luar em forma de poesia.
É uma parte de mim!
Torna o meu corpo mais leve
A minha alma mais solta
A minha vida mais completa.
Essa parte de mim desagrega-se… desagrega-se e voa
Mas não há distância que a torne ausente
Com ela me sinto completa
Com ela sou verdadeiramente gente.

Texto de MD

Partilhar isto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *