Dia 2 de novembro, dia de finados,
Dizem que é dia de rezar e homenagear os que, entre nós, já não estão.
Respeito a simbologia, mas não era necessário,
Sempre ficarás comigo, no pensamento e no coração.
 
Estás aí?
Consegues ver-me e ouvir-me?
Consegues perceber todas as vezes que os meus pensamentos voam até ti?
Nos momentos maus olho para o céu e peço a tua ajuda,
Queria poder chorar no teu ombro e ouvir os teus conselhos.
Nos momentos bons queria muito que estivesses aqui,
Era tão bom se pudesse partilhar contigo as minhas alegrias.
Sentir a tua felicidade e orgulho pelas minhas conquistas!
Por vezes sinto-me confusa…
Não sei bem o que acontece com as pessoas depois de partirem…
Mas contigo é diferente,
Quando tomo consciência de que já não estás aqui,
Consigo imaginar e até descrever as características do local onde te encontras.
Porque pessoas tão especiais como tu não desaparecem nunca,
Apenas são levadas para um mundo melhor.
Estás num local onde só há espaço para a felicidade, a paz e a tranquilidade,
Sim, de certeza que sim!
Estás aí?
Consegues ver-me e ouvir-me?
Não vou escrever mais porque o resto tu já sabes,
As boas recordações de tudo o que vivemos,
Todos os ensinamentos sem palavras,
A transmissão de valores pelo exemplo,
O carinho e amor que partilhámos.
E essa saudade, sim, essa saudade que nos consome lentamente.
São as memórias que nos tornam na pessoa que interiormente somos!
Se estás aí e consegues sentir-me…
Quem sabe se um dia falamos sobre tudo isto e muito mais!!!

(Para quem sente saudade!)

Texto de MD

Partilhar isto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *